TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
sábado, 04 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Política

Deputado federal por MS, Mandetta será anunciado ministro de Bolsonaro

Ex-secretário na gestão do então prefeito Nelsinho será confirmado ministro da Saúde

20 novembro 2018 - 13h45Por Celso Bejarano e Diana Christie

Ex-secretário de Saúde da prefeitura de Campo Grande, o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), que nem sequer disputou a reeleição neste ano, foi escolhido ministro da Saúde do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). A informação foi dado pelo Jornal Estadão, que promete oficialização nesta tarde de terça-feira (20), e confirmada pelo deputado federal Fábio Trad (PSD).

Mandetta tem 53 anos de idade, formou-se médico pela UGF (Universidade Gama Filho), no Rio de Janeiro, e concluiu especialização em ortopedia pediátrica pela UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

A carreira profissional do médico contribuiu na escolha para o ministério da Saúde. Formado, ele virou tenente do Exército Brasileiro, em Campo Grande, ao ocupar o cargo de médico militar. Bolsonaro, capitão da reserva do EB, também tem priorizado nomes que congraça com ele as mesmas atitudes políticas.

Deputado federal desde 2010, Mandetta votou pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rouseff (PT), pela PEC do Teto dos Gastos Público e ainda aprovou a ideia da abertura de investigação contra o então presidente Michel Temer (MDB).

Mandetta foi ainda secretário municipal da Saúde na gestão do prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PTB), eleito senador na eleição deste ano.

* Matéria editada às 14h03 para acréscimo de informações