Menu
sexta, 04 de dezembro de 2020
Política

É a nova era: primeiro mês de Bolsonaro registra queda dos índices de criminalidade

Nove tipos de crime que integram relatório oficial do governo somam redução de quase 25% em janeiro de 2019

20 maio 2019 - 16h02Por Da redação/Portal R7

O número de assassinatos, latrocínios (roubo seguido de morte), roubo de carga, de veículo e outros crimes teve redução em janeiro, primeiro mês de Jair Bolsonaro à frente da Presidência da República. Os dados são do Sinesp (Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais, de Rastreabilidade de Armas e Munições, de Material Genético, de Digitais e de Drogas).

Esta é a primeira vez que os números são divulgados de forma padronizada e oficial. Nove crimes que integram o relatório: estupro, furto de veículo, homicídio doloso, lesão corporal seguida de morte, roubo a instituição financeira, roubo de carga, roubo de veículo, latrocínio e tentativa de homicídio).

Em janeiro de 2018, foram 58.059 registros. Em 2019, 44.207: redução de 23,85%. O único estado que não entrou nas estatísticas foi o Paraná, que não havia disponibilizado os dados. 

Os casos assassinatos caíram 20,63% (3.600), na comparação com janeiro de 2018. Os latrocínios tiveram redução de 11,87% (141 casos em 2019). Em 2018 o Brasil registrou uma média de 24,02 vítimas de homicídios dolosos a cada 100 mil habitantes. A média mundial é de 6,4 para cada 100 mil pessoas.

O número de casos de estupro registrado caiu de 4.096 em janeiro de 2018 para 3.663 no mesmo mês deste ano, redução de 10,57%. Os roubos de veículo e cargas caíram 28,5% (16.172 casos) e 27,3% (1.521 casos), respectivamente. Já os furtos de veículo totalizaram 18.170 casos, apresentando redução de 13,55% no mês analisado.

Leia Também

Ao comentar sobre alta na conta de luz, Bolsonaro pede banho rápido à população
Geral
Ao comentar sobre alta na conta de luz, Bolsonaro pede banho rápido à população
Arrendatários de fazenda são presos por crime ambiental e explorar trabalhadores em Nioaque
Interior
Arrendatários de fazenda são presos por crime ambiental e explorar trabalhadores em Nioaque
Blogueiro russo é suspeito de trancar mulher semi-nua no frio e transmitir morte dela ao vivo
Geral
Blogueiro russo é suspeito de trancar mulher semi-nua no frio e transmitir morte dela ao vivo
Executado no Noroeste, Edilson dos Anjos 'fez o inferno' quando cumpriu pena em Goiás
Cidade Morena
Executado no Noroeste, Edilson dos Anjos 'fez o inferno' quando cumpriu pena em Goiás