Menu
sábado, 05 de dezembro de 2020
Política

'É real oficial': Bolsonaro demite ministro Bebianno: 'desejo sucesso na caminhada'

General do Exército assume função em definitivo

18 fevereiro 2019 - 18h01Por Thiago de Souza

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) demitiu o ministro da Secretaria Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, do mesmo partido. O anúncio oficial foi feito na tarde desta segunda-feira (18), em Brasília.

A notícia veio por meio do porta-voz da Presidência da República, general Rego Barros. Ele informou que a decisão do presidente é de ''foro íntimo'' e que o chefe da nação deseja ''sucesso na nova caminhada'' de Gustavo.

Durante a entrevista coletiva, Rêgo Barros não deu nenhum detalhe sobre a demissão. Questionado, ele disse que quem assume a pasta é o general Floriano Peixoto Vieira Neto, de forma definitiva. Com a chega de Peixoto, o governo federal passa a ter oito militares com status de ministro.

Constrangimento

O problema entre Benianno e Bolsonaro começou quando o então ministro disse que conversou com o presidente sobre caso de supostas candidaturas ''laranjas'' no PSL.

Instantes depois, o filho do presidente, Carlos Bolsonaro, desmentiu Bebianno nas redes sociais.

No entanto, conforme coluna da Revista Veja, Bolsonaro alega traição por parte de seu ex-ministro, ao saber que ele agendou reunião com membro da alta cúpula da TV Globo.

 

Leia Também

Idosa morre em acidente entre van e carro na BR-158
Interior
Idosa morre em acidente entre van e carro na BR-158
Parque do Lageado: mulher é morta com 19 facadas e suspeita é ex-marido
Polícia
Parque do Lageado: mulher é morta com 19 facadas e suspeita é ex-marido
Sábado amanhece chuvoso e previsão é de tempestade acompanhada de granizo em MS
Cidades
Sábado amanhece chuvoso e previsão é de tempestade acompanhada de granizo em MS
'Novo cangaço', que aterrorizou moradores em assaltos a bancos no Sul, já foi comum em MS
Polícia
'Novo cangaço', que aterrorizou moradores em assaltos a bancos no Sul, já foi comum em MS