(67) 99826-0686
THINK JUCEMS 16/07 A 17/07

Liderança de MS deve chefiar órgão nacional de saúde indígena em ministério de Mandetta

Demétrius Pareja atua em trabalhos assistenciais com indígenas na Missão Caiuá, em Dourados

7 DEZ 2018
Thiago de Souza
18h52min
Pareja pode ocupar cargo importante na Saúde Foto: Divulgação

O superintendente da Missão Evangélica Caiuá em Dourados, Demétrius Pareja, pode ser o novo secretário Nacional de Saúde Indígena. A sondagem do nome dele é feita pelo futuro ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), também de Mato Grosso do Sul.

O cargo é um dos mais importantes para as populações indígenas no país. Demétrius teria tido o apoio do coordenador Nacional do Fórum de Presidentes do Conselho Distrital de Saúde Indígena), do presidente do mesmo conselho em Porto Velho (RO) e do Sindicato Nacional de Trabalhadores em Saúde Indígena.

A expectativa é que as ações do secretário especial reflitam a postura do novo Governo Federal de eliminar a ''ideologização'' na Saúde, como era presente nas gestões anteriores.

A escolha do sul-mato-grossense é feita para tornar mais eficiente o atendimento às populações indígenas, e caminhando em sintonia com ações de outros ministérios importantes, otimizar a aplicação dos recursos públicos, em todos os níveis.

 

Veja também