Menu
Busca quarta, 13 de novembro de 2019
Política

Marquinhos critica suspensão de radares móveis em rodovias: vai aumentar acidentes

O prefeito é a favor dos equipamentos para a diminuição no índice de acidentes

15 agosto 2019 - 13h10Por Rayani Santa Cruz

A suspensão de radares  móveis nas rodovias brasileiras contribuirá com o aumento do número de acidentes  e mortes no trânsito, segundo o prefeito Marquinhos Trad (PSD). A declaração foi feita na manhã desta quinta-feira  (15), após o segundo sorteios de prêmios do IPTU.

O gestor destaca que, em municípios como Campo Grande, a própria população pede a colocação de radares. "A população pede redutor de velocidade, instalação de quebra-molas e de semáforo. A cidade, a cada esquina tem um semáforo, e o número de acidentes continua aumentando a cada mês".

Ele discorda completamente da decisão do presidente Jair Bolsonaro (PSL) em relação ao equipamento nas vias e rodovias. 

Fim dos radares móveis

A determinação do Governo Federal foi publicada na edição desta quinta-feira (15), do Diário Oficial da União. Conforme publicação do G1, a ordem foi dada ao Ministério da Justiça, responsável pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). 

Até o momento não houve confirmação de quando a medida entra em vigor. O presidente diz que a suspenção tem início na segunda-feira (19).