Menu
Busca quarta, 29 de janeiro de 2020
Política

Mesmo sem direito, PSL mantém regalias de partido grande para Soraya Thronicke

Ela e o colega de bancada, Major Olímpio, usufruem de gabinete com 21 funcionários

09 dezembro 2019 - 19h00Por Thiago de Souza

O PSL, de Soraya Thronicke, perdeu dois senadores este ano e já não tem mais direito ao chamado ''Gabinete de Liderança'' no Senado Federal. Mesmo assim, segue usufruindo do espaço e conta com 21 funcionários para dar assistência só a ela e ao colega Major Olímpio (SP), entre outras regalias.

Conforme o Estadão, pelas regras do Senado, somente partidos com três ou mais parlamentares conquistam o direito ao gabinete de liderança, que goza ainda de verba de R$ 250 mil para contratar assessores, secretários e motoristas.

Neste caso, o PSL não deveria gozar do benefício, já que a senadora Juíza Selma foi para o Podemos e o senador Flávio Bolsonaro partiu rumo ao Aliança pelo Brasil, do pai Jair Bolsonaro.  

Outra vantagem, diz o jornal, é que os líderes desses partidos podem seguir orientando votações e furando filas de discurso no plenário.

Como até o momento o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM), não determinou oficialmente a entrega desses gabinetes, o PSL, PSB e PL seguem utilizando a estrutura. No caso do ex partido do presidente da República, a legenda têm até 90 dias para deixar o benefício, mas poderia entregar o direito espontaneamente.

Vale lembrar que os parlamentares já gozam de um gabinete próprio, com o direito a dezenas de assessores e verba indenizatória ''gorda''. O gabinete de liderança seria um ''extra'' para o trabalho de assistência aos senadores.  

À reportagem, o senador Major Olímpio disse que o trabalho na Casa é intenso e que existe a necessidade administrativa de manter a estrutura, mas promete que a questão será resolvida.

O TopMídiaNews questionou a senadora Soraya Thronicke se a manutenção da estrutura não seria desperdício de dinheiro público, já que serviria para atender somente ela e o Major, porém, não conseguiu resposta até o fechamento da matéria.