Menu
Busca quinta, 14 de novembro de 2019
Política

Com eleições se aproximando, Miglioli e Chiquinho trocam farpas sobre obras em Campo Grande

Pré-candidato fez críticas ao planejamento do Reviva e foi alvo de questionamentos de vereador

09 novembro 2019 - 11h30Por Rayani Santa Cruz

Pré-candidato à prefeitura, o engenheiro Marcelo Miglioli (SD) e o líder do prefeito, vereador Chiquinho Telles (PSD), andaram trocando farpas sobre as obras do Reviva Campo Grande. 

Miglioli critica suposta "falta de planejamento" na revitalização da região central e Chiquinho rebate as acusações, questionando o trabalho do engenheiro enquanto secretário de Infraestrutura no Governo do Estado.

“Isso é tensão pré-eleitoral, cada um busca um palanque desesperadamente. [O prefeito] Marquinhos parece massa de pão, quanto mais bate, mais cresce. Tem gente que critica agora, mas na eleição passada [achava que] ele era a melhor pessoa do mundo”, citou.

Para o parlamentar, criticar o tempo para finalização da obra é dar tiro no pé. A Rua 14 de Julho tem previsão de ser entregue até o final deste mês e passa por processo de retirada de postes e fiação elétrica.

Telles ainda critica o trabalho de Miglioli. “A única obra que ele fez em Campo Grande, foi não terminar o Aquário. Deixada pelo André Puccinelli [ex-governador] praticamente pronta. Os votos que ele teve na eleição passada, não foram dele, foram do Marquinhos e do Reinaldo”, concluiu. 

Em publicação no Facebook, Marcelo Miglioli afirmou que faltou pensar em estacionamento para clientes do centro e planejamento. O pré-candidato explicou que os dados das postagens eram da Associação Comercial, CDL (Câmara de Diligentes Lojistas) e de matérias publicadas em veículos de comunicação.