Menu
sábado, 19 de setembro de 2020
Política

Em MS, políticos colocam 'panos quentes' sobre prisão de Temer e garantem: não afeta MDB

Parlamentares defendem que Lava Jato não acabe e dizem não estar surpresos

21 março 2019 - 13h00Por Rodson Willyams

A notícia da prisão do ex-presidente Michel Temer não é novidade para políticos de Mato Grosso do Sul. Ocorrida na manhã desta quinta-feira (21), tem político do Estado que defende a Operação Lava Jato e afirma que ela está fazendo apenas o seu papel. Para ele, a prisão de Temer não afeta a imagem do MDB no Estado.

Segundo o deputado estadual Márcio Monteiro, a Justiça é válida para todos. “Se ele deve, tem que pagar. A medida vale para ele ou qualquer pessoa independente de partido”.

Outro a comentar foi o vereador Wilson Sami, também do MDB. “Isso já era esperado. A Lava Jato está aí para limpar aquelas pessoas que estão envolvidas em irregularidades. Por isso, ela não pode acabar”.

Para o vereador, a prisão de um ex-presidente não afeta a imagem do partido. “Hoje, as pessoas votam em homens, na pessoa. Hoje não vale para esse negócio de partido. E em minha opinião, isso não afeta o partido”.

Prisão de Temer

O ex-presidente Michel Temer foi preso em São Paulo na manhã desta quinta-feira (21) pela força-tarefa da Lava Jato do Rio de Janeiro. Os agentes também prenderam o ex-ministro Moreira Franco no Rio. A PF cumpre mandados contra mais seis pessoas, entre elas empresários e o coronel João Batista Lima Filho, amigo de Temer.

Conforme o G1, depois de ser preso, Temer foi levado para o Aeroporto de Guarulhos, onde vai embarcar em um voo e será levado ao Rio de Janeiro em um avião da Polícia Federal. O ex-presidente deve fazer exame de corpo de delito do IML em um local reservado. Temer falou por telefone ao jornalista Kennedy Alencar, da CBN, no momento em que havia sido preso. O ex-presidente afirmou que a prisão "é uma barbaridade".

Leia Também

Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Polícia
Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Chuva pode dar as caras já neste sábado e no domingo em Campo Grande
Cidade Morena
Chuva pode dar as caras já neste sábado e no domingo em Campo Grande
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Geral
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar
Entrevistas
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar