Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
camara municipal
Política

PSDB fecha questão pela Reforma da Previdência

“O nosso partido não podia ter divergências entre seus parlamentares diante de um assunto tão importante” secretário-geral do PSDB

11 junho 2019 - 18h35Por Da redação/Assessoria

O deputado Beto Pereira, novo secretário-geral do PSDB, participou nesta terça-feira, (11), da primeira reunião da Executiva Nacional do partido. A principal pauta da reunião foi o posicionamento do PSDB quanto à Reforma da Previdência, tema em debate no Congresso Nacional. Os tucanos fecharam pela Reforma e em seguir o relatório que será apresentado pelo deputado Samuel Moreira na Comissão Especial da Câmara que analisa a PEC 006/2019.

Participaram do encontro, além dos membros da Executiva, a bancada de deputados federais e senadores, e os governadores Reinaldo Azambuja, de Mato Grosso do Sul, e Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul. Até encontrarem um consenso, os participantes debateram todos os pontos da Reforma e entenderam que o melhor para o país é que essa matériaseja aprovada.

Beto Pereira, que também é membro titular da Comissão Especial da Reforma da Previdência, afirma que era preciso que o PSDB tomasse posição sobre esse tema. “O nosso partido não podia ter divergências entre seus parlamentares diante de um assunto tão importante. Agimos com muita responsabilidade e coerência. Analisamos dados e chegamos ao entendimento de apoiar a Reforma da Previdência. O Brasil precisa desse ajuste para sanar suas contas e poder fazer novos investimentos”, disse o deputado.

A previsão é que o relatório do deputado Samuel Moreira deva ser apresentado ainda esta semana. Se aprovado pelos membros da Comissão, será encaminhando para votação em plenário. “A orientação do PSDB é que os parlamentares do partido votem com o relatório. E todos serão cobrados quanto a isso”, afirmou Beto.

Leia Também

PÁGINA VIRADA: sem constrangimento, Willian Waack comenta protesto de negros nos EUA
Geral
PÁGINA VIRADA: sem constrangimento, Willian Waack comenta protesto de negros nos EUA
PF diz ao STF que vai ouvir Bolsonaro por causa das acusações de Moro
Geral
PF diz ao STF que vai ouvir Bolsonaro por causa das acusações de Moro
Moro sugere que Bolsonaro usou lei anticrime para proteger o filho Flávio
Cidades
Moro sugere que Bolsonaro usou lei anticrime para proteger o filho Flávio
Maia diz que Bolsonaro não 'comprou' Centrão: 'relação democrática'
Geral
Maia diz que Bolsonaro não 'comprou' Centrão: 'relação democrática'