Menu
Busca sábado, 04 de julho de 2020
ALMS
Política

Vereadores reclamam de demora em respostas de ofícios encaminhados à Prefeitura

Requerimento que pedia esclarecimento de processo licitatório da gestão da Feira Central não passou

04 junho 2020 - 12h08Por Rayani Santa Cruz

Vereadores de oposição e até mesmo os independentes reclamaram da demora em respostas, quando ofícios são encaminhados à Prefeitura de Campo Grande. 

Na sessão desta quinta-feira (4), houve apresentação de novo requerimento por parte do vereador Papy (SD) e reclamação de alguns parlamentares em relação à morosidade em respostas. Papy apresentou documento pedindo detalhes do processo de licitação da gestão da Feira Central com cópia ao Ministério Público.

Da base do prefeito, Chiquinho Telles (PSD) novamente pediu para que antes do requerimento os vereadores oficiassem os questionamentos, as Comissões pertinentes da Câmara, e Prefeitura. Ele afirma que vem cobrando celeridade dos setores do Executivo nas respostas.

Pedindo votos favoráveis, Papy comentou sobre a diretoria da Feira Central. “O requerimento pede esclarecimento do processo licitatório para exploração da Feira Central de Campo Grande. Todos os serviços fazem parte do rol de fiscalização de vereadores”. 

Segundo ele, o MP questionou motivos do vencimento da exploração dos serviços na Feira Central e a Prefeitura respondeu que a mesma diretoria havia ganhado o processo. O parlamentar diz que os atos devem ser públicos sendo de interesse de todos.

“É de interesse de todas essas respostas, principalmente dos empresários. Ainda mais neste momento de pandemia. Temos que exigir que a prefeitura tenha celeridade em suas tramitações porque estamos falando de geradores de renda e emprego em Campo Grande”, disse Papy. 

Com 13 votos contrário e 11 votos favoráveis, o requerimento foi rejeitado. 

Pedem celeridade

Após a derrota do requerimento, os vereadores Ayrton Araújo (PT) e André Salineiro (Avante) cobraram e reclamaram que os ofícios não estão sendo respondidos, e que vereadores estão de mãos atadas. 

“Faz ofício e não responde. E o requerimento também não passa na Casa, o que estamos tentando dizer a base é que não temos respostas e isso não pode acontecer”, disse Araújo.

Papy citou que o tratamento de ofícios está “desleixado com o parlamento”.

Segundo requerimento rejeitado

Vereadora Dharleng Campos (MDB) também apresentou requerimento pedindo chamamento de professores concursados. O documento não passou por 13 votos contrários e 11 a favor. 

Otávio Trad (PSD) disse que houve ofício e este foi respondido pelo Executivo, contrariando a fala de parlamentares anteriores sobre a morosidade. A base convidou a vereadora para participar de reunião na Secretaria Municipal de Educação para esclarecimentos detalhados. 


(Dharleng Campos. Foto: Reprodução live Facebook)

 

 

Leia Também

Mais sete mortos em 24h e MS já tem 114 óbitos pela Covid-19
Saúde
Mais sete mortos em 24h e MS já tem 114 óbitos pela Covid-19
Festas, bares lotados e gente na rua: toque de recolher flagra de tudo
Polícia
Festas, bares lotados e gente na rua: toque de recolher flagra de tudo
Idosa de 63 anos morre e pode ser 1ª vítima da Covid em Laguna Carapã
Saúde
Idosa de 63 anos morre e pode ser 1ª vítima da Covid em Laguna Carapã
Boliviano mata amigo a facadas no Aero Rancho
Polícia
Boliviano mata amigo a facadas no Aero Rancho