TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
quinta, 02 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CONSTRUINDO O SABER 29/11 A 29/12
Campo Grande

Obrigado a limpar o chão, vendedor sofre novos ataques no Carrefour: 'Pedro da Limpeza'

Gerente flagrada em vídeo humilhando o trabalhador foi afastada, garante o hipermercado

25 outubro 2021 - 17h00Por Thiago de Souza

O vendedor do Carrefour, Pedro Henrique, 23 anos, voltou ao trabalho, no último sábado (23), depois de ser humilhado pela gerente, que o fez limpar o chão da empresa, em Campo Grande. No entanto, ele alega ter sofrido novas gozações. 

‘’Ouvi o pessoal no rádio dizendo: ‘QAP Pedro da Limpeza, vem limpar a sala da diretora’’, revelou o funcionário, que se afastou novamente da empresa, nesta segunda-feira (25). 

Pedro é vendedor da seção de Eletro do hipermercado. Ele lembra que o caso envolvendo a gerente da seção, ocorreu entre 28 e 29 de setembro, mas que o vídeo com as cenas de assédio foi postado somente na última sexta-feira (22). Foi uma cliente que se indignou com a situação, filmou e publicou a gravação. 

No retorno, a vítima contou que está bastante assustada e que ganhou muitos apoios nas redes sociais, mas também muita reprovação. A chacota mais recente teria ocorrido no setor de Prevenção da unidade. 

‘’... não estou bem com toda essa situação. As pessoas olham para mim na loja como se eu fosse um criminoso. Fico tentando entender o porquê de tudo isso, apenas queria que isso fosse um pesadelo’’’, lamentou o vendedor. 

O funcionário teria ouvido pessoas duvidando que a gravação realmente ocorreu na loja de Campo Grande ou que teria sido combinada com a cliente. 

A situação que mais o chateou, diz Pedro, é que a mancha de cola ainda está no piso do hipermercado. Foi essa sujeira que desencadeou toda a situação de assédio vivida por ele. 

No entanto, Pedro destaca que o Carrefour lhe abriu várias portas, inclusive o promovendo. Foi lá que ele conquistou bicicleta elétrica e condições de pagar a faculdade. Por isso, seu desejo é continuar na loja, mas sem assédio. 

O vendedor é assistido por um advogado, que o orientou a retornar ao trabalho somente na quarta-feira (27).  

O caso revelado pelo TopMídiaNews gerou grande repercussão na cidade. Além disso, o site noticiou, dias antes, situação semelhante de humilhação, envolvendo a mesma gerente. Ela foi afastada. 

OUTRO LADO

Em nota, o mercado afirmou que “o Carrefour repudia todo e qualquer comportamento indevido por parte de seus colaboradores. Estamos apurando o caso internamente e, por ora, houve o afastamento da profissional envolvida.”