Menu
quinta, 25 de fevereiro de 2021
Cidades

Prefeitos do interior adiam retorno às aulas presenciais por 30 dias

Sendo assim, ensino continua de forma virtual nas escolas municipais

23 fevereiro 2021 - 18h17Por Thiago de Souza

Prefeitos de cidades de Mato Grosso do Sul decidiram, nesta terça-feira (23), continuar com as aulas remotas por mais 30 dias. A decisão foi dada em assembleia-geral, na sede da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande.  

Conforme a assessoria do órgão, houve exaustiva discussão sobre os protocolos de segurança e a maioria entendeu que esse não é o momento oportuno para aulas presenciais. Além disso, os gestores preferiram aguardar a continuidade do calendário de vacinação no Estado.

Por meio de deliberação, segue a assessoria, a Assomasul entendeu necessária a prorrogação para iniciar as aulas em abril para que os municípios se adequem ao Protocolo de Retorno as Aulas. Um dos aspectos que reforçam a decisão da entidade é a dificuldade de entrega dos insumos e equipamento de proteção individual licitados para cumprir as exigências de biossegurança.

Ainda segundo a Assomasul, a ideia inicial era acompanhar o calendário de retorno às aulas em 1º de março, definido pela Secretaria Estadual de Educação. 

Preocupação

O prefeito de Aquidauana, Odilon Ribeiro, falou da preocupação com o tema e lembrou que conta com seis mil alunos, quase 900 funcionários na Educação e sugeriu equilíbrio na tomada de decisões, para evitar riscos à saúde de professores e alunos. 

Odilon também acha complicado o controle de crianças com uso de máscaras e distanciamento social, a exemplo de outros colegas prefeitos que se manifestaram no encontro.

"Outro problema são as aulas remotas. Aquidauana tem dificuldade até de sinal de celular, imagine sinal de internet", acrescentou. 

O prefeito de Douradina, Jean Fogaça, sugeriu o retorno às aulas somente quando todos os professores forem vacinados. Ele também pontuou as dificuldades para o cumprimento do calendário escolar alegando uma série de fatores.