Menu
domingo, 22 de maio de 2022 Campo Grande/MS
CÂMARA MUNICIPAL MAIO 2/3 ANO
Interior

Pistola usada por assassinos de pai e filho é achada em Amambai

Batalhões e departamentos especializados procuram dois suspeitos pelo crime

17 janeiro 2022 - 16h45Por Thiago de Souza

Pistola deixada por suspeitos de assassinarem pai e filho, em uma fazenda de Amambai, no dia 14 de janeiro, foi encontrada pela polícia, dentro do carro de uma das vítimas.  

Conforme a Polícia Civil, a suspeita é que a arma pertencia aos criminosos, mas não foi usada no crime, já que não tinha vestígios recentes de disparo. Trata-se de uma pistola 7,65 mm, considerada difícil de ser encontrada em abordagens e investigações. 

A imagem da pistola foi divulgada pela Polícia Civil, para fins de reconhecimento, já que pode ter sido roubada de alguém. 

Departamentos da Polícia Civil e batalhões especializados da PM, como o Choque e o Bope, vasculham a região da fazenda das vítimas para encontrar os dois suspeitos. 

O crime 

Olenir Nunes da Silva, 50 anos e o filho, o engenheiro agrônomo, Antonio Alexandre Nunes da Silva, 23 anos, tiveram a fazenda invadida por dois suspeitos, na manhã de 14 de janeiro, em Amambai. 

O filho foi amarrado em um dos cômodos da propriedade. Instantes depois, o pai percebeu a ação dos criminosos, trocou tiros e morreu baleado. Na sequência, a dupla voltou à sede da propriedade e executou Alexandre com golpes de facão. 

Um irmão de Olenir, que fica na fazenda vizinha, ouviu os disparos e foi ao socorro das vítimas. Ele chegou a trocar tiros com os suspeitos, que fugiram pela vegetação. 

A suspeita da polícia é que os criminosos, que estavam encapuzados, queriam roubar gado na propriedade, por isso a linha de investigação é de latrocínio.