Menu
domingo, 09 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Polícia

AMOR DE REDES SOCIAIS: casal que espancou filho adotivo esbanjava afeto no Facebook

Criança foi adotada pelo casal em outubro deste ano

10 dezembro 2019 - 15h00Por Nathalia Pelzl

O casal acusado de torturar e espancar o filho adotivo, de 8 anos, em Londrina, demonstrava amor incondicional pela criança, adotada em outubro deste ano.

Inclusive, quando fez um mês da adoção, a mãe adotiva postou a seguinte mensagem: “Hoje faz um mês que você está com a gente, um mês de amor inocente, amor sem medidas, um mês da melhor risada do mundo, do abraço mais puro....”

O menino, de Mato Grosso do Sul, segue internado em estado grave e chegou ao Hospital Evangélico com vários hematomas.

Nesta segunda-feira (9), Israel e Sarah Zanoni, de 29 e 23 anos, respectivamente, prestaram depoimento e alegaram que o menino foi espancado, pois “estava de birra“.

Eles tiveram a prisão em flagrante convertida em preventiva após audiência de custódia, segundo o jornal 24 Horas.

O advogado de defesa, Mário César de Carvalho Pinto, disse que vai revogar a prisão, já que os dois são réus primários, têm emprego e residência fixa. “Entendemos que houve um exagero, mas discordamos da tentativa de homicídio que a Polícia Civil alega”.

A prisão do casal tem validade de 90 dias, mas pode ser prorrogada.

Leia Também

Brasil registra 572 novas mortes por covid-19 em 24 horas
Saúde
Brasil registra 572 novas mortes por covid-19 em 24 horas
Dia dos Pais: ‘Ramão véio’ é lenda viva na família Santa Cruz
Algo mais
Dia dos Pais: ‘Ramão véio’ é lenda viva na família Santa Cruz
Brasil tem 572 mortes por covid em 24 horas e total vai a 101.049 neste domingo
Geral
Brasil tem 572 mortes por covid em 24 horas e total vai a 101.049 neste domingo
Baiano, o 'pipoqueiro do Auxiliadora', perde a luta contra a covid aos 89 anos
In Memoriam
Baiano, o 'pipoqueiro do Auxiliadora', perde a luta contra a covid aos 89 anos