TJMS AGOSTO 2022
Expo VIP Beleza
Menu
segunda, 08 de agosto de 2022 Campo Grande/MS
SENAI SUPER BANNER JULHO E AGOSTO 2022
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
Polícia

Idoso que estuprou criança em troca de doce tem pedido de liberdade negado em MS

Ele alega que não existem provas suficientes para a condenação de mais de 12 anos de prisão

12 maio 2022 - 09h10Por Dany Nascimento

Um lavrador de 96 anos, acusado de estuprar uma criança de 8 anos, entrou com recurso após ser julgado e condenado a 12 anos, 02 meses e 15 dias de reclusão, em regime fechado.

O caso aconteceu em Sete Quedas - distante 467 quilômetros de Campo Grande. Ele também foi condenado a pagar R$ 5 mil de indenização.

O idoso, que ganhou direito de recorrer em liberdade, entrou com recurso alegando que não tem condições de arcar com os valores arbitrados pela justiça e alega que não existem provas suficientes do crime.

O recurso foi analisado e negado no dia 4 de maio deste ano. Ele vai permanecer atrás das grades.

O caso

O idoso tinha costume de pernoitar na residência da família da vítima. No dia 7 de outubro de 2018, ele comprou salgados e doces para a menina. 

Em troca, ele pediu para que a menor “deixasse ele pegar lá embaixo”, se referindo à genitália da criança. A criança deixou.

No outro dia, quando os familiares da menina estavam dormindo, ele pediu novamente para pegar nas partes íntimas da menina. A criança negou. 

O homem tirou o pênis para fora da calça e começou a balançar, pedindo para a criança pegar. 

Assustada, a menina correu e foi dormir com a mãe. No outro dia, a menina contou o que tinha ocorrido para a irmã. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia.