TCE MAIO
TJMS MAIO
Menu
quarta, 25 de maio de 2022 Campo Grande/MS
ASSEMBLEIA MAIO DE 2022
Polícia

Vendedor de picolés é acusado de abusar sexualmente de criança de dois anos

Ele chegou a ser detido por moradores na rua, que avistaram o abuso ao garoto

14 outubro 2018 - 15h45Por Redação/Diário Corumbaense

Um homem de 25 anos foi acusado de estupro de vulnerável e preso após ter sido detido por moradores em um cruzamento do bairro Nova Corumbá, em Corumbá, a 426 km de Campo Grande, momentos após de ter supostamente abusado sexualmente de uma criança. A vítima seria um menino de 2 anos e o caso teria acontecido em frente a uma residência, na parte alta da cidade.

O jornal local Diário Corumbaense apurou que o acusado vendia picolés e parou em frente à casa da vítima para fazer uma venda. A mãe da criança teria entrado na residência para pegar dinheiro e, neste momento, o homem teria aproveitado que estava sozinho com a criança para cometer o abuso.

Na hora que a mulher saiu da casa, teria avistado que o vendedor "recolhia" o órgão genital para dentro da calça. A criança, então, teria apontado para o pênis do criminoso e para sua boca, indicando o que teria acontecido.

Desconfiada, antes de gritar por socorro, a mãe abriu a boca da criança e sentiu odor de urina. O acusado fugiu, mas a Polícia Militar foi acionada e iniciou buscas. Pouco tempo depois, pelo 190, testemunhas informaram a localização do acusado, já sem o carrinho de picolés, no cruzamento das ruas Cyríaco de Toledo e Paraíba, no bairro Nova Corumbá.

Algumas pessoas tentaram linchá-lo e o homem foi encontrado pelos policiais com lesões no braço direito, testa e boca. Ele negou a acusação, mas foi levado para a Delegacia de Polícia Civil.

A mãe levou o menino para o pronto-socorro para atendimento médico e depois foi ao Distrito Policial registrar a ocorrência.