TCE MAIO
TJMS MAIO
Menu
terça, 24 de maio de 2022 Campo Grande/MS
TOP MIDIA INSTITUCIONAL SUPER BANNER
Política

Com dois do MDB, Reinaldo já tem 18 deputados na base aliada na Assembleia para 2019

Pelo partido de André Puccinelli só falta a definição de Márcio Fernandes

02 novembro 2018 - 13h30Por Thiago de Souza

Ao menos 18 deputados estaduais eleitos e reeleitos já se abrigaram na base aliada do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) para a próxima legislatura. O ninho tucano na Casa de Leis pode aumentar para 19 parlamentares, caso o emedebista Márcio Fernandes decida seguir com o governo.

Os eleitos e reeleitos pela coligação capitaneada pelo PSDB são:  Capitão Contar e Coronel David, ambos  (PSL), os tucanos Rinaldo Modesto, Marçal Filho, Onevan de Matos e Paulo Correa.

Pelo democratas foram reeleitos Barbosinha e Zé Teixeira. No Solidariedade a coligação elegeu Lucas de Lima e reelegeu Herculano Borges. Gerson Claro  e Evander Vendramini chegaram pelo Progressistas. Lídio Lopes entrou pela cota do Patriotas, Neno Razuk pelo PTB e Londres Machado pelo PSD.

Na oposição devem ficar Pedro Kemp e Cabo Almi (PT), Jamilson Name (PDT) e Antônio Vaz (PRB).

Apesar do MDB ter apoiado Odilon de Oliveira (PDT), adversário de Reinaldo Azambuja, os emedebistas Renato Câmara e Eduardo Rocha apoiaram a reeleição do governador. Pelo partido, só falta a decisão de Márcio Fernandes.

''Nós já conversamos e acho que ele vai ficar com a gente'', apontou o deputado Eduardo Rocha. Tentamos contato com Fernandes, mas ele não atendeu as ligações.