Menu
sábado, 25 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Política

Deputados aprovam e pessoas com deficiência podem obter gratuidade em eventos esportivos

Pessoas com deficiência devem ser isentadas de pagamentos na inscrição. Governador deve sancionar a lei para dar validade

04 agosto 2021 - 13h15Por Rayani Santa Cruz

Os deputados estaduais aprovaram nesta quarta-feira (4) três projetos de leis, sendo dois em segunda discussão, com relatorias das comissões de mérito e um em primeira discussão, com relatoria da CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação).

Duas propostas aprovadas são de autoria do deputado Antonio Vaz (Republicanos), entre elas o Projeto de Lei 53/2021, aprovado em segunda, pretende isentar as pessoas com deficiência do pagamento da inscrição em eventos esportivos realizados em Mato Grosso do Sul. Do total de vagas para inscrição, 10% poderão ser reservadas a pessoas com deficiência. A proposta aprovada vai à sanção do governador Reinaldo Azambuja. 

Março Roxo

Outra proposta do mesmo deputado trata-se do Projeto de Lei 189/2021, que institui a campanha Março Roxo, destinada à conscientização sobre a epilepsia. Conforme o projeto, anualmente, durante o mês de março, serão realizadas ações com o objetivo de informar, conscientizar e mobilizar a sociedade em relação à epilepsia. A proposta foi aprovada em primeira discussão e segue para análise das comissões de mérito.

Proteção à Mulher

Com aprovação unânime, os deputados ainda aprovaram o Projeto de Lei 116/2021, de autoria da deputada Mara Caseiro (PSDB), que cria o Dia Estadual de Combate ao Assédio Moral e Sexual contra Mulheres no Ambiente de Trabalho. A data da campanha, conforme a proposição, será 2 de maio. Neste dia deverão ser realizadas ações de conscientização, prevenção e enfrentamento de atitudes abusivas, constrangimentos e humilhações contra as mulheres nos locais de trabalho. A proposta foi aprovada em segunda discussão e segue ao expediente.