Menu
sábado, 24 de outubro de 2020
Política

Mesmo com PF investigando fazendeiros, Bolsonaro diz que fogo no Pantanal é por causa da seca

Ele fez pronunciamento de abertura durante reunião da ONU e disse que fogo da Amazônia é provocado por índios e caboclos

22 setembro 2020 - 12h26Por Rayani Santa Cruz

Nesta terça-feira (22), o presidente Jair Bolsonaro atribuiu queimadas do Pantanal ao clima e acumulo de massa orgânica, durante o discurso na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas. O documento foi divulgado pelo Palácio do Planalto.

Bolsonaro falou sobre a situação do meio ambiente no país e culpou a impressa acusando de dar “desinformações” sobre a real situação. Mesmo com investigação da Polícia Federal sobre o início do fogo em pastagens de quatro fazendas e suspeita de incêndio criminoso por parte de fazendeiros, Bolsonaro disse que o fogo era por conta do clima seco.

“O nosso Pantanal, com área maior que muitos países europeus, assim como a Califórnia, sofre dos mesmos problemas. As grandes queimadas são consequências inevitáveis da alta temperatura local, somada ao acúmulo de massa orgânica em decomposição”.

O presidente disse também que as queimadas da Amazônia são provocadas pelo caboclo e pelo índio, e que não chegam ao interior da floresta porque é úmida. “Nossa floresta é úmida e não permite a propagação do fogo em seu interior. Os incêndios acontecem praticamente, nos mesmos lugares, no entorno leste da Floresta, onde o caboclo e o índio queimam seus roçados em busca de sua sobrevivência, em áreas já desmatadas.”

 

Leia Também

Trio de arrombadores de casas é descoberto pela PM e vítima lamenta: 'venderam tudo'
Polícia
Trio de arrombadores de casas é descoberto pela PM e vítima lamenta: 'venderam tudo'
Dudu, do Bifão da Coophasul, morre em Campo Grande
In Memoriam
Dudu, do Bifão da Coophasul, morre em Campo Grande
Sábado terá pancadas de chuva e máxima de 41°C em MS
Cidades
Sábado terá pancadas de chuva e máxima de 41°C em MS
Geral
INFORME PUBLICITÁRIO