Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
GOV FEMINICIDIO
Política

No embalo de Lula, ex-governador de MG deixa cadeia após decisão do STF

Em 2014, ele renunciou ao mandato de deputado para escapar da cassação

08 novembro 2019 - 19h31Por Thiago de Souza

O ex-governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo (PSDB) deixou a prisão nesta sexta-feira (8), beneficiado pela decisão do STF que acabou com a prisão após condenação em segunda instância. O político foi condenado no caso do Mensalão Mineiro.

A soltura foi autorizada pela Justiça de Minas Gerais. Azeredo cumpria pena de 20 anos e dez meses, desde 2018.
Conforme a Agência Brasil, o juiz Marcelo Eustáquio, da Vara de Execuções Penais de Belo Horizonte, destacou que ''com o devido respeito a quem pensa o contrário, creio, nesse cenário, que não admite ilações ou divagações jurídicas. Deve ser cumprida, em respeito aos mandamentos legais''.

Ainda segundo a Agência, Azeredo foi denunciado pelo suposto envolvimento em um esquema de corrupção montado para beneficiar sua campanha de reeleição ao governo mineiro, em 1998.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), mais de R$ 3 milhões foram desviados de empresas estatais mineiras. Para o MPF, a prática dos crimes só foi possível por meio de "esquema criminoso" montado pelo publicitário Marcos Valério, condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão.

Em 2014, Eduardo Azeredo renunciou ao cargo de deputado federal, perdendo o foro privilegiado no Supremo – o que fez com que seu processo fosse remitido à Justiça de primeira instância, em Minas Gerais, retardando o julgamento.

 

 

Leia Também

Garoto de seis anos morre enforcado com 'xuxinha' de cabelo em Cuiabá
Geral
Garoto de seis anos morre enforcado com 'xuxinha' de cabelo em Cuiabá
Augusto Aras pede que STF arquive inquérito das fake news: 'evitar abusos'
Geral
Augusto Aras pede que STF arquive inquérito das fake news: 'evitar abusos'
Marun denuncia que telefone celular foi clonado: 'Peço atenção aos amigos'
Geral
Marun denuncia que telefone celular foi clonado: 'Peço atenção aos amigos'
Idoso que brigou em lanchonete morre na Santa Casa
Polícia
Idoso que brigou em lanchonete morre na Santa Casa