Menu
Busca sábado, 06 de junho de 2020
Camara - corona
Saúde

Campo Grande terá barreira sanitária contra coronavírus já na segunda

Objetivo é testar todos que entram na cidade

23 maio 2020 - 11h39Por Vinícius Squinelo, com PMCG

A Prefeitura de Campo Grande realiza, na próxima semana, barreiras sanitárias nas saídas da Capital para informar e testar motoristas que passam pelas divisas das cidades em relação ao coronavírus. A megaoperação contará com mais de 200 pessoas, com duração de 12 horas.

A intenção é levar informação e orientar os motoristas que circulam de uma cidade para outra, além de realizar exames que mostram os números reais do coronavírus. Ao passar pelo local, o motorista será abordado por profissionais da saúde, da Secretaria Municipal e voluntários, que irão aferir a temperatura corporal, informar e orientar a população sobre a prevenção ao covid-19.

Caso seja detectado o estado febril, um dos sintomas do coronavírus, o motorista ou passageiro realizará o teste rápido do vírus, sendo encaminhado para outras providências. A ação acontece também em parceria com as 17 barreiras já instaladas nas fronteiras pelo governo do Estado. Ao passar por uma dessas fronteiras, o motorista recebe um adesivo, sendo liberado pela barreira sanitária.

A operação conta com apoio da Agência Municipal de Transporte e Trânsito, Guarda Civil Metropolitana, Polícia Rodoviária Federal, Departamento Estadual de Trânsito, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Leia Também

Frio começa a ir embora neste sábado em MS
Cidades
Frio começa a ir embora neste sábado em MS
COVID-19: de calamidade pública à igreja essencial, deputados mudam pauta na pandemia em MS
Política
COVID-19: de calamidade pública à igreja essencial, deputados mudam pauta na pandemia em MS
VÍDEO: para rebater Bolsonaro, JN aciona 'plantão' sem necessidade e divulga dados da covid
Geral
VÍDEO: para rebater Bolsonaro, JN aciona 'plantão' sem necessidade e divulga dados da covid
Ministro Marco Aurélio autoriza Jamil Name a voltar para presídio do MS
Cidade Morena
Ministro Marco Aurélio autoriza Jamil Name a voltar para presídio do MS