Menu
domingo, 13 de junho de 2021
Política

CPI da Energisa: relógios começam a ser retirados para perícia

Mesmo com suspensão das atividades da Assembleia os medidores serão recolhidos

18 março 2020 - 10h47Por Rayani Santa Cruz

Os 300 consumidores de Campo Grande sorteados para terem os relógios periciados pela CPI da Energisa já começam a ter a retirada nesta quarta-feira (18). Apesar de as atividades da Assembleia Legislativa terem sido suspensas por 15 dias, essa parte do trabalho continua.

Conforme o relator da CPI deputado Capitão Contar (PSL), os equipamentos passarão por perícia na Universidade de São Paulo (USP), campus de São Carlos. A Energisa tem um prazo de sete dias úteis para retirar os 200 relógios. “A partir daí haverá transporte para a universidade que dará início à análise. Tudo isso enquanto a Assembleia cumpre a determinação de hoje sobre a suspensão de 15 dias. Então o fato de a Assembleia não funcionar, não afeta os trabalhos que acontecem externamente a Casa”, reforçou Contar.

Em reunião extraordinária, os integrantes da CPI da Energisa deliberaram a suspensão dos prazos para conclusão das investigações sobre eventuais irregularidades nas contas de energia elétrica no Estado. 

O presidente da Comissão, deputado Felipe Orro (PSDB) explicou que apesar da suspensão, os trabalhos administrativos da CPI continuam. “Nosso relator já tinha uma programação apresentada e nós vamos seguir essa programação”, disse.

Acompanhe todas as notícias referentes ao trabalho da comissão clicando aqui.