Menu
domingo, 13 de junho de 2021
Política

SEM FRESCURA: Marquinhos aperta o cerco contra médicos e dispara: ‘vai ter que cumprir horário’

Caso contrário, concursados ou convocados serão desligados da administração

01 abril 2019 - 14h58Por Rodson Willyams

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) disse, nesta segunda-feira (1º), que tem feito convocação de médicos para serem incorporados ao quadro de servidores da prefeitura. Mas já adianta: quem topar terá que obedecer as ordens do município e cumprir, de fato, a jornada de trabalho.

“Nós estamos convocado médicos e médicos, mas a questão é se eles querem de fato permanecer no atendimento da administração pública”, explica o prefeito. “A prefeitura é uma empresa pública tal como a privada. Aqui tem um gestor e, na minha administração, tem ordens e regras, vai ter cumprir horário, sendo concursado ou não. Caso contrário, infelizmente você é um mau funcionário e vai ser mandado embora”.

Ele afirma que a prefeitura tem feito convocações abrindo processos seletivos. “Já abrimos e estão com inscrições de convocados, mas ou obedecem as regras da atual administração, em nome da minha empresa chamada Campo Grande, ou senão vão embora”.

Prefeito também mandou recado para população

Marquinhos disse ainda que continua fazendo ‘batidas’ nas unidades de saúde, mas a população também precisa ter consciência e colaborar. “A população não precisa ir às UPAs à noite. 60% das pessoas que estão lá são classificadas como fichas azuis, que poderiam ser atendidas nas unidades básicas de saúde. Ou seja, não tem mais desculpas, as unidades funcionam das 7h30 às 19h30 e não fecham na hora do almoço. Então, população, levem seus filhos às unidades da saúde”.