TJMS AGOSTO
Menu
Busca quarta, 05 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Saúde

Com 107 mortes por covid-19, secretário diz que contribuição da população “está sendo criminosa”

Ele está indignado com a baixa de isolamento, e, ao mesmo tempo, o aumento de casos e ocupação de leitos clínicos e UTI

03 julho 2020 - 11h00Por Rayani Santa Cruz

Nesta sexta-feira (3), a Secretaria de Estado de Saúde (SES) anunciou, em live no Facebook , o registro de mais 16 óbitos por coronavírus em Mato Grosso do Sul. As mortes ocorreram na quinta e, com isso, o Estado contabiliza 107 vítimas da doença.

Indignado e com sensação de impotência, o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, mais uma vez, alertou sobre a incidência de mortalidade no estado.

“A contribuição da nossa gente está sendo horrorosa e posso dizer criminosa, porque todos os secretários municipais e entidades de saúde fazendo apelos. Mas estamos pregando no deserto, me causa muita indignação e me deixa preocupado o crescimento de óbitos. Taxa de ocupação de leitos clínicos e UTIs está em crescimento devido à falta de isolamento social”, explicou. 

Com mais 326 exames positivos para o novo coronavírus (Covid-19) nas últimas 24 horas, o número de casos confirmados da doença no Estado chega a 9.388. 

Dos 9.388 casos confirmados, 3.754 estão em isolamento domiciliar, 5.326 estão sem sintomas e já estão recuperados e 209 estão internados, sendo 115 em hospitais públicos e 94 em hospitais privados. Dois pacientes internados são procedentes de fora do Estado.

 

Leia Também

Presença de viciados obriga moradores e fazer 'toque de recolher' antecipado na Ferroviária
Cidade Morena
Presença de viciados obriga moradores e fazer 'toque de recolher' antecipado na Ferroviária
Prova do Enem será impresso em gráfica onde vazou em 2009
Geral
Prova do Enem será impresso em gráfica onde vazou em 2009
Detran amplia horário de atendimento nas agências dos shoppings
Cidades
Detran amplia horário de atendimento nas agências dos shoppings
Equipes buscam por vítimas de explosão que deixou mais de 100 mortos e 4 mil feridos no Líbano
Geral
Equipes buscam por vítimas de explosão que deixou mais de 100 mortos e 4 mil feridos no Líbano